Anitta ou Sandy? | Fine Marketing
Pages Menu
TwitterFacebook
Categories Menu

Posted by on mar 16, 2018 in Sexta de ideias | 0 comments

Anitta ou Sandy?

Anitta ou Sandy?

Esta semana, comemoramos o dia das mulheres.

Cumprimentei várias amigas pela data e fiquei surpreso com a diversidade das reações,

Numa amplitude de agradecimentos extremos, teve uma que me pediu flores a outra que respondeu rápido: “Parabéns por quê?”

De fato, vivemos um momento em que o gênero se reinventa e se torna, cada vez mais, um perfil comportamental.

Se até alguns anos atrás, tínhamos as opções H ou M para o sexo, fomos observando a migração deste perfil demográfico para algo mais dinâmico, transitório.

E como dizia Simone de Beauvoir, “ninguém nasce mulher, torna-se mulher”.

Durante muitos anos, atuei no segmento de moda feminina, conversando com mulheres sobre seu estilo de vida e perfis de consumo.

Embora apresentassem um perfil comum na raiz da família, as ramificações sociais e profissionais nos davam pistas para um olhar mais segmentado e atitudinal.

Tínhamos o desafio de criar e direcionar marcas para mulheres clássicas, contemporâneas, inovadoras ou influenciáveis. Não se falava mais daquelas entre 30 e 40 anos, casadas e com escolaridade superior completa.

O desafio do Marketing hoje, está neste entendimento. As pesquisas deixaram de ser um instrumento de coleta pontual de dados para se transformarem em meios de observação permanente.

Por isso, ao dizer que sua marca é voltada às mulheres, pense melhor. Qual mulher? Anitta ou Sandy?

Diretor de atendimento e planejamento da Fine Marketing, especialista em comunicação dirigida e varejo. Atua também como consultor em treinamento de equipes comerciais.

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This